Total de visualizações de página

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Pensamentos inúteis sobre coisa nehuma... E vc deveria ler, justamente porque fui sincera!



Num vôo outro dia, comecei a reparar na aeromoça explicando os procedimentos em caso de emergência.

Elas se mexem, explicam, mostram o cinto de segurança, e dizem que máscaras de oxigênio caíram sobre nossas cabeças em casos de emergência ou despressurização da aeronave... Há inclusive embaixo dos assentos os salva vidas...

Não é incrível? Seria, se não houvesse um porém...

Porém, se estes mesmos salva vidas (por alguma razão desconhecida), estiverem vazios, vc deve, enchê-los vc mesmo com a sua boca...

It's amazing!!!

Vc, passageiro, que está super calmo ( apesar de estar quase caindo num oceano, do contrário as bóias não se fariam necessárias), pode enchê-las com a sua própria boca!!!! E eu que sou fumante, juntamente com o meu marido tbm fumante, que não consigo encher nem uma bexiga, vou encher calmamente a minha bóia com a minha própria boca!!!!

Can you believe? Mas isto não é o pior... O pior ainda estava por vir.... Isto porque vc deve auxiliar, nesta ordem: crianças, mulheres e idosos a utilizarem seus apetrechos.

Claro, suponhamos que a bóia do senhor gordo, que , by the way, estava o tempo todo te cutucando com os braços igualmente gordos, e te chutando com as pernas igualmente gordas e varizentas, não vire bóia tbm.

Vc, cidadão e passageiro do bem, com aquela calma que lhe é peculiar em momentos em que está literalmente entre a vida ou a morte, deve encher a bóia deste senhor e depois encher a sua... Ou deve pelo menos auxiliá-lo nesta empreitada. Rá. Lógico. Por mais que pareça bizarro, é essa a orientação passada pelos comissários de bordo.

Em todo caso em nehum dos dois últimos acidentes aéreos ocorridos em nosso país nào houve a necessidade de se utilizarem nenhum destes apetrechos de segurança... Nenhum deles caiu no mar, nenhum deles teve chance de colocar a máscara calmamente em seus rostos e nenhum deles teve tempo de auxiliar o próximo. Inclusive, nem o próximo e nem o distante... Então fica a pergunta: Pra quê tudo isto, se quando dá uma merda no ar ( ou na terra, vide vôo da Tam) não dá tempo de nada e geralmente é fatal?

Vou continuar sem entender... Alguém se habilita a me convencer de que não é uma imbecilidade?

Falemos agora do Mc Donalds... Por quê quando solicitamos nosso número pra Mc Moça ela sempre confirma?

Exemplo:

--- Por favor, um nº 2 com coca light e batata.

--- Um quarteirão com bata frita e coca light?

---- Hummm... pelo menos é o que mostra o número alí.... parece ser um quarteirão... Dãaaaaa....

Dá vontade de falar:

--- Filhinha, tá vendo aquele quadrinho onde fica a foto do funcionário do mês?

--- Tô, é meu amigo...

---- Pois é, vc nunca vai tirar uma foto daquelas!!! Burra! Burra! Burra!

Aliás, onde está o funcionário do mês? Eu quero ser atendida por ele!!! E por quê catzo ele nunca, nunca mesmo está na loja e nem no caixa?

Ele ganha férias??

Vai ver estas coisas que acbo de relatar fazem parte dos mistérios da vida, assim como o planeta dos guarda chuvas...

Vc já perdeu um guarda chuva? Provavelmente sim...

Já achou um guarda chuva? Provavelmente não...

Então pra onde eles vão??????

Isto dá um outro post.

beijos

2 comentários:

mamãe disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Crochê ParaTodas disse...

Adorei pra variar ....
ps:será que os guarda chuvas são abduzidos para algum lugar ???
ou vão para em bolsas que não são dos respectivos donos ?
acho a segunda opção mais valida!!!
bjss e muita felicidade.