Total de visualizações de página

domingo, 17 de maio de 2015

Quem viver, verá!

Putadaaaa do meu Brasil, será que eu ainda sei escrever ou perdi a mão?
Estava eu, lépida e faceira procurando em meu e-mail um arquivo sobre "tatuagens a serem feitas" e me deparo com um post antigo do blog que me levou às lágrimas.
De riso e de choro.
De uma época em que em que eu já era divorciada e flanava pela Vila Madalena, feliz igual pinto no lixo com a minha atriz...
Enfim, cheguei a conclusão de que não posso me dar ao desfrute de parar de escrever.
Minha vida sempre vai ter material, porque eu sou maluca. Se fizerem uma tomografia em mim e no resto da humanidade perceberão que meu funcionamento cerebral não é parecido com o das outras pessoas. Então, mesmo casada eu nunca serei careta e sempre terei coisas para contar.
Eu não vou ficar aqui retomando tudo o que aconteceu na minha vida após o último post, porque convenhamos, não é necessário e eu nem me lembraria. Então, como uma grande amizade ( que é o que eu tenho com vocês aqui) vou simplesmente ignorar o tempo perdido e vcs ficarão com a sensação de que " parece que foi ontem". Pode ser assim?

Todas em coro: Pooooodeee!! te amamos, sua linda! Rá!
Então vamos aos últimos acontecimentos. Eu e Beto ansiávamos por tentar engravidar a partir do meio do ano, e eu até parei de fumar para isso. Mas né? Capitulamos.
Capitulamos, porque não é uma boa hora. Resolvemos curtir mais, beber mais, viajar mais, nos estabilizarmos mais financeiramente ( porque mentalmente já desistimos) e enfim, o que a pândega faz?
A pândega volta a fumar no dia seguinte! hahahahaha
Cara de pau, prazer Bruna De Leo.
Chegamos a conclusão que eu não sou o tipo perfeito de mulher que se prepara para engravidar parando de fumar, fazendo yoga, comendo vegetais e parando de falar palavrão.]Não.
Eu só vou parar quando engravidar e é possível que eu volte após amamentar.
Por que?
Porque sim Zequinha. Porque eu sou feliz fumando. Porque eu perco o tesão de fazer varias coisas sem meu cigarrinho da felicidade e porque eu gosto, porra!
Enfim, tendo eu voltado a fumar, na sexta feira fomos comer pizza com a família maluca. E comemos pizza e tomamos vinho e fumei na cia de meu pai, cunhado e mãe e foi maravilhoso.
Otávio estava um azougue. O pizzaiolo deu massinha pra ele, eu corri atrás dele no restaurante, e parei pra pensar que é isso que importa: eu serei uma mãe bacana que sacaneará os filhos e eles serão crianças felizes como Otávio é. Isso é que importa.
No sábado de manhã eu fui até o salão dar uma cortada no cabelo porque eu tava parecendo sei lá, uma pessoa que não conhece tesoura. E nem o Edward, mãos de tesoura.
Aliás, nunca entendi direito esse filme macabro.
Enfim... Fui lá cortas os cabelos e do carro e já sentenciei ao Beto: --- Vamos comer feijoada!
Fomos. Nós rumamos para o Moça Bonita e logo avistei uma mesa ao ar livre ao lado de uma mulher mais velha que fumava.
Cara, isso é tipo o ápice. Sentei ao lado dela e logo avisei:

--- Vou me sentar ao lado da senhora porque não quero filho da puta nenhum se abanando pela fumaça do meu cigarro.

( Reparem como eu dirigi a mulher por Sra e depois caguei tudo falando um palavrão).

---- Minha filha, sra é o caralho. Meu nome é Ligia.

Gente, amor verdadeiro amor eterno.

Sei que Ligia e o marido tinham travado um papo maravilhoso com o casal da mesa ao lado, composto por um gineco e uma pediatra grávida e nós, eu e Beto ficamos amigos de todos eles instantaneamente.
As pessoas mais legais do oeste.
Comemos porção, tomamos 12 chopp cada um, fumei como se não houvesse amanhã e demos risadas infintas.
marcamos inclusive um queijo e vinho que deverá acontecer na próxima sexta feira.
Sei que não comemos feijoada.
Fiquei bebinha logo, afinal, pastel não alimenta ninguém e o pão líquido que é a cerveja, tampouco.
Agora eu pergunto: Eu poderia pensar em engravidar agora minha gente?
Não posso.
Tenho vergonha na cara pra isso agora não.

Sei que chegamos em casa, e dormimos. Ansiávamos por fazer amor, vc fez?
Nós não.
Não tinha como minha gente. Fomos dormir e acordamos as 8 da noite com a mão de Deus dando um tapa na nossa cara e dizendo: " Já falei pra não beber, lazarentos".
Sei que Beto munido da coragem de Chuck Norris rumou ao mercado afim de providenciar víveres para nos alimentar.
Enquanto ele foi, eu tomei duas neosaldinas e tomei coca cola.
E fiquei pensando que se eu fosse divorciada ainda e morasse sozinha eu estaria morta.
Certamente morta.
Porque eu não sei cuidar de mim.
Eu ia me alimentar basicamente de miojo e coca cola. E neosaldinas. E cigarros.

Bom, Beto fez hambúrgueres e comemos assistindo ao novo zorra total e depois mega senha.
A gente é cafona e o casamento é isso aí, pessoal.
Nego bebe, não trepa, vê programas de má qualidade na tv num sábado a noite e posta fotos no instagram alegando que são felizes.
Felizes até que somos, mas cadê o glamour do sexo selvagem e peitos nus?
Não temos.
Taí uma outra razão para eu não engravidar este ano. Engravida como assim minha gente?
Vou explicar ao Beto como nascem os bebês! hahahahahhaa
Mas tá ruím não, não to reclamando. Mas que a gente acaba fazendo menos sexo quando casa isso é inegável... Antes, solteira, foda adiada era foda perdida. Agora o cara taí, saca? Se não for hoje, é amanhã e assim por diante e daí nunca é. hahahahaha
Mentira, rola sexo aqui sim. Não todo dia e tbm nem tinha essa ilusão, mas a gente se pega bastante até.
hahahahahha

Tô aqui pra falar as verdades gente. Querem mentira liguem na Tv Senado.

Bom, dai, no domingão, acordamos e já ficamos tomando café no sofá e vendo esportes.
Qualquer coisa que esteja passando.
Depois fomos almoçar com meus pais, tomei mais cerveja ( se não fosse o álcool eu não suportaria essa vida medíocre e sem sentido), demos risadas e depois dormi o sono dos justos.


Fiquei aqui de bobeira procurando como eu disse tatuagens a fazer, sim porque eu tenho uma lista e me deparei com o saudoso post do blog que eu ri e chorei.

E daí que agora eu tô de volta minha gente. Vou trocar as fotos do blog porque botei reparo que ainda jaz aqui uma foto da época em que eu era casada com o Victor. Vejam vocês que descaso. E essa foto aí da entrada que é do tempo que o diabo era moleque...
Gente, que saudades que eu tava.
Eu sei que talvez o blog não seja mais tão engraçado como era quando eu me aventurava em minha vida de solteira, mas né? O casamento é tão maluco que não é possível que não gere material. hahahaha

É isso gente. Continuo trabalhando em banco, tá rolando a página do blog lá no facebook e não, eu sou blogueira mas não ganho um puto por isso.
Tambpem, quem ia querer anunciar aqui né? Psiquiatras, AA, Phillip Morris, quem mais gente?
Mas tudo bem tbm, tamos aí na atividade e vamos que vamos. Juro que vou escrever uma vez por semana.

Porque isso aqui não pode parar. É bom estar de volta e é melhor ainda ter vocês por aqui!!!

beijos e comentem! Isso é histórico


8 comentários:

Ariadna Marla disse...

Bru,
Adorooooooooooo suas postagens, a maluquice... vc sempre terá material. Lá no fb racho de rir! Adoro a Amanda, risada certa! Vc é uma linda, sucesso inspiração e muitos posts pra gente rir viu?!
Bj
Ariadna

Núbia Silva disse...

Simplesmente amei que vc retornou com o blog.
Adoro seus posts, sempre com um boa dose de bom humor e que a vida não é tão foda quanto falam, que casamento não é tão ruim quanto falam. Que dá pra se divertir casada sim, que somos felizes bebendo, fumando, conversando, conhecendo mais gente louca, que fala palavrão, que é gente como a gente.
Ameiiiii..... (palmas...rs.rs.rs.)
Gata,
escreva mais....que eu adoro.
Beijão e que vc seja cada dia mais feliz.

Daniella Casanova Gibbon disse...

A unica coisa que posso dizer Bruna de Leo: senti sua falta por aqui!
Seja bem vinda, novamente!!!
Faça rir, faça chorar, mas faça!
Blogueira: gente como a gente!!!
E que seu riso se multiplique! Que suas brejas te tornem leves! Que suas tattoos sejam retratos da sua alma!
Adoro!!!!
Obs: SIM! Casar faz diminuir as trepadas... SIM! O que vale mesmo é ter alguem para amar e se sentir amada!
Beijos querida!!!!

Mariiii disse...

Bruuu!
Que saudades dos seus posts!
Volte com tudoo!

beijos

Zoraide Campos disse...

Ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!

Aline Kamaroff. disse...

Saudadessss...
Que bom que voltou!
Bjs.

Tina disse...

Saudades de você, as maiores felicidades na nova etapa.
Beijinhos grandes
Tina

Isa disse...

Pode! te amamos sua linda!!