Total de visualizações de página

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

Carnaval - Parte I

Das coisas que eu nao entendo…
Não entendo mas gosto, e assisto. E depois, ainda assisto a apuração....
Estou falando dos Desfiles das Escolas de Samba. Tanto faz se for do Rio ou De SP.
Assisto ambos.
No entanto, continuo sem entender várias coisas....
Vamos aos fatos.
Dia 1º de janeiro de 2008. Intervalo da novela Duas Caras.
Eis que surge na tv a imagem da Bombom ( mulher do Dudu, o Nobre) sambando na vinheta do carnaval na apresentação da Tom Maior.
Ao som de : ... Vem, pra ser feliz. Eu tô de boa eu tô beleza, eu tô que tô legal... Na tela da Tv no meio desse povo.... A gente vai se ver na Globo....
Pergunto: cadê a globeleza? Morreu? Mudou-se para a Alemanha junto com o seu marido Hans, o Donner?
Enfim, apesar da minha indignação, tipo, “caraleo” acabou de virar o ano, ela estava lá... Semi-nua. Sambando na tv.
Não, eu definitivamnte não tenho nada contra mulheres nuas na tv, muito menos no carnaval. Pelo contrário, eu A-D-O-R-O carnaval. Sempre gostei.
Desde menina.
Sempre viajei no carnaval, sempre fui para clubes no interior pular e já fui atrás de muitos trios elétricos.
Festa da carne. Nada contra. Muito a favor. Really.
Mas o que eu não entendo ( apesar de assistir aos desfiles, como citado anteriormente),
são os enredos das escolas de samba...
Pensem comigo: Aparece uma mulher nua, só com uns penachos na cabeça, geralmente uma atriz famosa, ou uma passista tradicional da escola. Linda. Exuberante. Brilhante e vitaminada.
Até aí, td ok. Tudo como antes no tempo D’ Abrantes.
Mas prestem atenção nos juris e nos narradores ( geralmente da Globo, óbvio) que narram, encantados:


---E agora estamos vendo aí na avenida a belíssima atriz – modelo-cantora-manequim-ajudante-de-boteco-ex-capa-da-playboy Ana Bittencourt.
Ela vem representando o Tuiuú do Amazonas.
Neste cenário de muitas flores, a evolução dos pássaros de penas coloridas que só se alimentam de arroz integral na nossa sociedade fizeram com que os portugueses se apaixonassem, logo de cara pelo Brasil. E isto é lindo. É a história de um povo, desde a chegada dos portugueses até a abolição da escravatura.

(Pausa)

--- É com vc Dudu Nobre ( o mesmo da Bombom).

---- Pois é, incrível como a escola está conseguindo transmitir toda felicidade, e toda a evolução dos pássaros de penas coloridas que se alimentam apenas de arroz integral na nossa sociedade. E com isto, não sei se vcs captaram, mostram toda a magia, o encantamento dos portugueses pelo nosso Brasil....

(Pausa)

Pergunto: Da onde eles tiraram que aquela mulher nua, que de penas coloridas só tinha o capacete, estava representando o Tuiú do Amazonas que tem penas coloridas e só se alimenta de arroz integral?
E os portugueses? Que diabos eles tem a ver com isso?
E na boa, que Tuiú porra nenhuma... Eu nunca vi um Tuiuú, nem vc, garanto.
Então, como saberemos se a mulher tá representando bem o caraleo do pássaro?
E quem disse, que nós , pobres telespectadores conseguimos entender o que a escola está representando, se nós não estamos beirando a insanidade?
Vem cá, até posso entender conceitos menos abstratos, tipo: E lá vem a Escola Nenê de Vila Matilde representando a arca de Noé.
Ok, haverá um carro-arca, um monte de bichos espalhados pela avenida...
O que intriga, é que geralmente os enredos não são conceitos simples.
Geralmente os enredos são assim:

Beija Flor de Nilópolis – A superlotação a nível de presidiários nos presídios do Amapá, que outrora já foi considerada uma cidade de paz cheia de jacarés .

Tucuruvi - Hummm!!! Que bom, é tempo de sorvete. Do Oriente ao Ocidente, a delícia refrescante.

Juro por Deus.
O da Beija Flor eu inventei, mas do Tucuruvi não....
Tá no site.
Bizarro.
Desabafei e tô mais conformada... Este ano vou assistir ao carnaval, continuar sem entender e me divertir com isso. De verdade.
E este mês capítulos específicos sobre o carnaval. Vai ser uma revolução...
Amanhã, não percam, decifrando os critérios de avaliação dos júris no dia da apuração.

Beijo pra quem fica.

2 comentários:

Joao Luis disse...

Eu já vi Tuiuiú. Ele nao tem pena alguma no corpo, só no capacete. O Joazinho 30 tá perfeito. Até silicone os pássaros colocam.
E o Hans (o Donner), deve ter viajado para criar o Rex (o Tiranossauro) e visitar o Tumitinhas... he he he!!!
E não "zua" o Tucuruvi, que é perto de casa, hein, ô 1/2 quilo?
bj, Mickey (o Mouse).

mamãe disse...

amiiiiiiiga, encontro djá!
você usa msn aí nesse banco suiço?
facilita tanto a comunicação...
beijos e feliz 2008!