Total de visualizações de página

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Aula de Biologia


Eu tenho uma amiga que desde pequena achava que o nome do personagem era Jack - O Estivador! E que trabalhava num porto né? Como todo bom Estivador. E por isso que diziam:
--- Vamos por partes, como diria Jack, O Estivador.
Porque na cabeça maluca dessa minha amiga, que nunca tinha visto o filme isso fazia sentido, porque Jack, o Estivador, arrumaria as coisas nos porões dos navios muito organizadamente, por partes, como é da função do estivador mesmo...

Eu tenho uma amiga que achava que a música " O amor que tu me tinhas, era pouco e se acabou" na verdade era " E o amor de Tumitinhas, era pouco e se acabou", e ela morria de pena do Tumitinhas, que seria, no caso, uma criança japonesa e que tinha pouco amor dentro de si pra dar.

Eu tenho uma amiga que achava que o seriado  Alf, o Eteimoso , era na verdade Alf, É teimoso, e que o Alf, ao contrário da série seria na verdade um tamanduá bandeira, com aquele focinho compriiiido... E nunca um Et, imagina!! E que aquela família achava ele teimoso, só isso.

Eu tenho uma amiga que que está começando a achar que está na hora de mudar da casa da mãe, porque apesar delas se darem super bem, se respeitarem e se amarem muito, essa minha amiga está num processo de mudanças interiores que começou assim do nada, diz ela, e que ela está começando a avaliar a possibilidade de ir morar sozinha. Dinheiro pra isso ela tem, essa minha amiga.
Mas ela tava acomodada, sabe?
E ela está começando a achar que está na hora de sair e voar sozinha, porque ela é sozinha né? Sozinha do verbo: não tem uma relação séria com ninguém por enquanto, e que seria bom ir  morar de fato sozinha pra se conhecer melhor e pra parar de ser mimada. Muito mimada essa minha amiga.

Eu tenho uma amiga que todos os dias falava no telefone com o ex namorado que tanto a fez sofrer, era como se ela tivesse a Síndrome de Estolcomo, sabe como é? Criar laços afetivos ou de simpatia com seu algoz? No popular, como disse um amigo dela: Mulher de malandro.
Pois bem. E essa minha amiga, achava que dava para ser amiga dele, mas percebeu que não. Porque amigos podem fazer coisas simples como jantarem fora, não é?
E o cara , esse ex namorado dessa minha amiga, é uma estrela, um artista circense, que quando minha amiga convidou ele para jantar, para comemorar uma coisa boa na vida dessa minha amiga, ele  deve se achar tanto, mas tanto, e acha muito que essa minha amiga ainda é doente por ele, que simplesmente disse: Não, acho melhor não. Não existe amizade entre homens e mulheres.
E daí o Silvio santos apareceu e disse: " Ma Oe"...
Minha amiga chegou a conclusão que ele só queria a amizade dela, para se redimir das próprias cagadas, da maneira sórdida que agiu com ela. E que então não era uma amizade verdadeira. E essa minha amiga, decepcionada, teve uma luz: Nunca mais ia manter essa relaçao doentia com ele. E eles não se falam mais. faz um mês quase. E pra essa minha amiga, tá indo tudo bem. Ela tá bem. E quanto a ele, ele  deve estar procurando outra vítima para si, porque é óbvio que ele não deve ter aprendido nada. Pra essa minha amiga ficou uma certeza, apesar do medo de se envolver: Se alguém que dizia que a amava tanto foi capaz de agir da maneira que agiu, imagine quem não nutre sentimentos de amor por ela, o que não será capaz de fazer?
Isso atrapalhou muito a vida dessa minha amiga. E hoje ela garante: Não ama mais aquela pessoa e não sente mais falta daquele passado. Porque hoje ela enxerga. Estava cega, diz ela. Com privação dos sentidos. É a única explicação. E não por tê-lo amado. Porque ela foi honesta. Mas por ter aguentado tantas e tantas coisas.
Mas essa minha amiga tá mudando. E ela não perde a estranha mania de ter fé na vida, apesar do medo.

Eu tenho uma amiga, que acredita muito que aprendeu algumas lições preciosas nestes últimos dois anos, e uma delas, a mais importante delas, talvez tenha sido: Não se planta felicidade na infértil terra da infelicidade dos outros. Simples assim.

Eu tenho uma amiga que aprendeu a ser mais tolerante, menos explosiva em suas opiniões, embora sempre se posicione, nunca fique em cima do muro, e ainda afirma orgulhosa: Achei que não pudesse mudar, e olha só, mudei...

Eu tenho uma amiga que sempre quis fazer um curso de História da Arte e agora, livre, com tempo,  e mais feliz, resolveu se matricular num curso de 4 meses que começa em agosto. E ela está animadíssima.

Eu tenho uma amiga que quase perdeu o pai em março, e que por isso parou de fumar.E conversando com outra amiga num jantar essa semana, entendeu que talvez, o que tenha ocorrido com o pai dela, não foi só pra ele, mas foi uma lição pra ela. Algum tipo de lição que a gente só aprende na marra. E ela acha que aprendeu. Tá mais cheinha, ela acha, teve anorexia essa minha amiga, então, ela se vê diferente né? Homens estranhos olham mais pra ela na rua. Os amigos dizem que ela está mais bonita. Os que a conheceram agora não reclamam. A nutricionista diz que ela está mais musculosa e não com mais gordura. Que ela está mais forte e não mais gorda e que esse era o intuito da dieta que ela tem feito. Mas ela não.  Ela acha que tá mais gorda que uma leitoa no rolete.

Eu tenho uma amiga que consegue hoje estar com o coração leve, pela primeira vez em muitos e muitos meses. Ela atribui isso ao fato de que esqueceu definitivamente do seu ex como homem.
E ela tem fé que um dia o gosto amargo da boca vai passar...

Eu tenho uma amiga que lê muito, devorava kilos e kilos de livros, e que está apaixonada por Ernest Hemingway...

Eu tenho uma amiga que quando vai na casa de outra amiga, ou quando saem juntas na cia dos filhos desta segunda, ama tanto aquelas crianças, como se fossem suas. E são dois meninos. E ela tem tanto amor por aquelas crianças, não se sabe se por ter visto nascer, se por amar tanto a a mãe deles, sua amiga de infância, ous e porque eles são crinças muito bacanas mesmo. mas essa minha amiga, ao estar com aquelas crianças tem uma certeza: Ela precisa ser mãe um dia. Mesmo que postiça. Mesmo que madrasta. Mesmo que adotiva. Mesmo que as duas coisas. Porque é muito amorosa essa minha amiga, e esse amor tem que ser canalizado e compartilhado por ai. E tem amor pra todo mundo. Porque o coração dessa minha amiga é enorme. Apesar dela ser pequena, essa minha amiga.

Eu tenho uma amiga, que tem muitas amigas. Inclusive virtuais. Virtuais do verbo, se conheceram graças ao advento da internet e interagem pelo facebook, por e-mails... Pessoas que essa minha amiga não conhece pessoalmente mas que acompanha a vida, torce, se emociona, uma engravida, a outra separa, uma pede explicação pra uma prova, a outra tem uma filha que essa minha amiga adota, se falam quase todos os dias, enfim, são migas. Se gostam. Só não se conhecem pessoalmente.
E quando perguntam pra minha amiga: Mas vc não conhece essa pessoa pessoalmente? Conheceu essa pessoa pela internet?
Essa minha amiga fala: Sim, e daí? Vc não faz amigos pela internet? Que estranho....
Mas essa minha amiga quer conhecer essas pessoas, e por isso às vezes planeja uns eventos para ter com elas.
E essa minha amiga às vezes pensa: tanta gente que eu conheço pesoalmnte e não sei nem do que gostam... E assim ela vai fazendo amigos pelo mundo... E trocando energia boa, porque de gente do mal, essa minha amiga quer distância.

Eu tenho uma amiga que tem um cachorro, e esse cachorro tem 11 anos. Um dia essa cchorro vai morre né? Como todos os cachorros. Porque os cachorros duram menos que os humanos porque eles aprendem muito rápido conceitos como lealdade, carinho, amizade, fidelidade, caráter e paciência. E então eles vão embora mais cedo, desse real mundo cão. Mas essa minha amiga fica com os olhos cheios de lágrimas só de pensar. E então, ela abraça ele, e pede pra que ele fique. Todos os dias. Todos os dias ela se despede dele dizendo: Não morre, fica mais. Fica forte. Fica com a mamãe. E ele tem obedecido. Desobediente que ele é. Amém.

Eu tenho uma amiga, que trabalha desde sempre. Ela sempre, apesar da vida confortável, trabalhou. Quando era adolescente fois e candidtar para trabalhar no Outback. Era o sonho dela agachar nas mesas e dizer: Sou a fulana, eu que vou atender vocês. pelo bem dos clientes e do sucesso do Outback, ninguém a contratou. Porque ela com certeza quebraria muitos copos e derrubaria muitas bandejas.
Mas ela foi trabalhar numa loja chic de moda feminina e vendia muitas e muitas coisas caras e lindas. E ela sempre se orgulhou disso. E depois, bom, depois já na faculdade ela vivia de dp em algumas matérias porque ela sempre trabalhou. Em bancos. Para desgosto de seu pai. Que sempre foi de indústria e sempre bradou aos quatro ventos que a filha estava trabalhando para agiotas regularizados!
Mas essa minha amiga se adaptou e viu que tem talento pra trabalhar em bancos, embora seu coração tivesse gritado por outras coisas, ela é feliz no que faz... Embora não fosse achar nada ruím viver de humor, ou de escrever....

Eu tenho uma amiga que morre de orgulho do pai. Morre mesmo. O pai dessa minha amiga sempre foi executivo de indústria farmacêutica, mas um dia ele perdeu o emprego numa desas fusões malucas que a gente vê por aí, e pela idade  e cargo demorou um certo tempo para se recolocar. E daí, esse pai dessa minha amiga, que mirava num condomínio de prédios, começou a vender as pizzas que fazia e faz muito bem por sinl para os vizinhos, na sua prórpia casa, tipo uma mini pizzaria. E então a pizzaria funcionava nos finais de semana, e todos os vizinhos compravam a pizza. E não só por solidariedade comum aos bons vizinhos, mas porque era uma pizza deliciosa, e durante todo aquele período nunca mais entrou um entregador de pizzaria diferente naquele condomínio. E assim ele sustentou sua família, com honra e sem delapidar o patrimônio. E suas filhas entregavam as pizzas naas casas de seus vizinhos, e a mãe dessa minha amiga atendia oa spedidos no telefone e interfone. E isso formou muito o caráter dessa minha amiga, porque ela tinha 11 anos,e poderia se sentir humilhada, por entregar as pizzas nos vizinhos, mas ela não. Ela ria, acahava divertido, tinha orgulho e ainda gnhava gorjeta. E essa minha amiga conta com muito muito orgulho essa fase da sua vida, e contava tambpem na escola de gente rica na qual ela sem´pre estudou, sem vergonha. Porque numa boa? vai ter sorte de ter uma família dessas e um pai deses lá na casa do cacete. tem essa tambpem, essa minha amiga fala muito palavrão. Mas tem tentado diminuir.

Eu tenho uma amiga que desde pequena tem um boneco de pano, um boneco com bracinhos de pano e perninhas de pano, tipo uma travesseirinho, que sempre foi sua naninha sabe?
E essa minha amiga tem o boneco travesseiro desde muito novinha, e ele chama Godofredo, o boneco.
E ela dorme com esse boneco. Mas como ela foi crescendo e viajando muito, ela tem também uns travesseirinhos que se chamam fidis, travesseiros de bebê, mini travesseiros e ela não dorme sem eles.
E ela é adulta, essa minha amiga. E pra onde ela vai, seja pra Campinas, pra casa do amigo (a), ou pra Itália, tá lá ela com o fidi.
Muito maluca essa minha amiga. E olha só, ninguém diz hein... Ninguém diz que uma mulher como aquela tem um fidi e é capaz de chorar se perder, como já conteceu num hotel em Milão...

Eu tenho uma amiga que aprendeu nas aulas de biologia quando era nova, que quando tinha duvidas quanto a maconha, gravidez indesejada, sexo e etc, podia perguntar as coisas dizendo que eram dúvidas de uma amiga.
Porque essa minha amiga nem sempre foi assim tão cara de pau. Hoje ela é. Mas ela tambpem tem muito receio de se expor, por que como as pessoas vão reagir se descobrirem que ela não é uma super mulher?
E esse post, é como uma aula de Biologia...
Uma terapia, pra essa minha amiga se entender melhor...
Porque verbalizando, as coisas se tornam mais concretas.
Minha amiga mandou beijos pra vocês!!!
E pediu pra agradecer a leitura e o comentário de vocês.

 









23 comentários:

disse...

Adorei o post, a honestidade, a sinceridade... e é fato, na vida, a gente só aprende assim, aos trancos e barrancos. E pensar sobre isso, tentar lidar com o que somos, nos faz amadurecer, nos torna pessoas melhores. Estava conversando sobre isso ontem com uma amiga!
Lembra sempre da música "é melhor ser alegre que ser triste" e continua sorrindo. Ou, como diria a peixinha do "Procurando Nemo": continue a nadar!!!!
Beijos pra vc, Bru (a íntima, hahahaha)

Dani Branco disse...

Somos todas multifacetadas por isso encantamos tanto aos homens né?
Somos tantas em uma só e é isso que nos torna tão poderosas e encantadoras! Somos filha, mãe, avó, profissional, amiga, namorada, esposa, amante, patroa, psicóloga, motorista, ginasta, carinhosa, inimiga, arisca, carente, auto suficiente, professora, aluna, brava, engraçada, grosseira, chic, fina, barraqueira, macho, feminina, feminista, conservadora, médica, veterinária, chef, atriz, sentimental, fria, louca, sã...
Conclusão: essas nossas amigas são infinitas.

Dani Branco disse...

Conclusão: Essas nossas amigas são infinitas e é isso que torna nós mulheres seres tão especiais e encantadores.

Mariana disse...

Achei uma fofuraaaaaaa de post!

Adorei a parte do Godofredo, super me identifiquei, porque eu tenho o meu FLUSH!hehehe

Beijo pra todas essas amigas que formam um mulher só, muito especial!

Mari disse...

E essa sua amiga é uma fofa, uma querida mesmo que virtualmente.

Uma pessoa brilhante, que consegue rir das desgraças, mas que às vezes dá vontade de pegar ela, colocar no colo e fazer um cafuné, pra ver se ela para de chorar.

Mande beijo pra essa sua amiga.

Mari

Eula disse...

Como é bom ter amigas, não é mesmo??? Elas nos ajudam em tudo! São mesmo parte de nós! AS verdadeiras, é claro! Não te conheço pessoalmente mas aprendi a gostar muito de você! Você é uma pessoa especial e conseguirá tudo o que vc almeja para a sua vida, inclusive um filho! Filhos são as coisa mais preciosas que Deus poderia nos dar. Eu tenho um, de 28 anos, lindo, lindo. OLha lá no meu face uma foto que coloquei dele hoje, no carro que ele ganhou e diga se eu não tenho razão! Um beijo.

Rayssa disse...

Essa sua amiga brilha...tenho uma amiga que super se identifica com ela! rs
Ah como uma quase-bióloga adorei o título e os comentários sobre a aula de biologia! adoooro!! hehe
Beeijos :)

Simone Camargo disse...

E eu tenho uma amiga virtual, porque eu sou dessas que se apega a uma pessoa super gente boa mesmo que virtualmente, que é meio maluquetes mas absurdamente adorável. Bj tuquinha!

Renata disse...

E eu adoro essa sua amiga! :-))

Débora Rodrigues disse...

Essa sua amiga é minha amiga virtual... Fala pra ela,que eu a adoro muuito,como se conhecesse pessoalmente,assim mesmo. Que torço por ela, me identifico, e me divirto horrores com as histórias malucas dela... as vezes quando preciso conversar,até penso em mandar email,mas fico um pouco assim,com medo de encher o saco dela sabe hahaha
Ela é uma fofa linda... Vontade grande de dar um abraço apertado nela.

Modica disse...

óum. :)
Manda beijos para a sua amiga!!

Reba disse...

puta que pariu!!!! só dizendo assim mesmo!!! SENSACIONAL DO INÍCIO AO FIM, maravilhoso, meu deus! eu tambem tenho fidis (só que eles se chamam tatas)... quase chorei na parte das pizzas, quase mijei de rir na parte do ETeimoso e afins.. por favor bruna, escreva um livro para o bem da humanidade e do humor na terra! grata.

Nanda disse...

Lindo texto!!!!
Suas "amigas" são tão brilhantes, que eu queria ter uma assim! :-)

Nanda disse...

Lindo texto!!!
Suas "amigas" são tão bacanas que eu queria ter uma assim! :-)

Blog da Terry disse...

post maravilhoso!!!

sammia disse...

Nossa, me emocionou deveras! Sua amiga só pode mesmo ser alguém muito especial! Bjs na sua amiga linda

Su Noschang disse...

Gostei de saber que está em metamorfose. É sempre bom qd isso acontece, pq a gente muda pra melhor.
Não tema em não ser uma super mulher, nem de mostrar quem realmente é, pq com o tempo a gente tb aprende a ver quem é quem mais rápido do que se possa imaginar.
vc é uma pessoa encantadora, por isso tanta gente torce por vc.
Tudo de melhor pra vc amiga.
Bju grande.

Marcia disse...

Sensacional!!!! Tem que ter peito!! Admiro!!!
Mulher forte! Mulher honesta! Mulher real essa sua amiga rsrs

beijos

L@N disse...

Amiii, eu simplesmente amei.
Simples assim.

Vc é uma linda
amooo
bjim

Juliana Villagio disse...

Rindo e chorando ao mesmo tempo...Os olhos vidrados no computador e uma vontade absurda de abraçar vc...Bru...Mega me identifiquei...Orgulho de existi mulheres como você!!

closet da fla disse...

Bruna que post mais lindo, adorei conhecer mais "essa sua amiga" rsrs Me emocionei viu! Lindo, demais, adorei!!! Bjs

Paula disse...

Eu já terminei de ler o post à algum tempo e as lágrimas continuam escorrendo pelo meu rosto... Porquê será!?
A cada post que você escreve fica mais claro o motivo pelo qual sua amiga é tão maravilhosa: a família dela! Nossa essência vem do berço!
Por favor, diga à sua amiga que ela tem o dom de emocionar!
Ela facilmente faria muito sucesso escrevendo ou quem sabe atuando!
Dê um abraço apertado nela por mim.
Grata!

Deca disse...

HILÁRIO e apaixonante...como todos os seus textos! AMOOO
Beijos pra sua amiga!