Total de visualizações de página

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Cenas externas co grande elenco! Ehhh meu Rio!!!




Bom, vamos recapitular os últimos acontecimentos porque do contrário putada, vocês ficam muito perdidas me mandando msgs por e-mail porque não entenderam...
Porque acontece isso viu? Acontece e muito.
Recebo dúvidas, sugestões e reclamações (not) sobre o blog.
Falando em reclamações, faz tempo que os dementadores que antes vinham aqui me achincalhar não aparecem.
Os anônimos...
Deve ter perdido a graça tentar fazer da minha vida um inferno, porque eu simplesmente deleto sem ler!
Vamos lá então, que o tempo urge.
Durante a semana fui para Rio Preto, fazer visitas, comer coisas engordativas, dormir numa cama gigante de hotel, tomar café com bolo e trabalhar mais que puta em fim de semana de Fórmula 1!
E Brasil, como eu trabalhei.
Além disso durante a semana também eu fui fotografar a campanha para a Tam que será veiculada em mídias impressas e me diverti horrores.
Tirei as fotos, e foi muito legal. A filmagem mesmo, só mês que vem, porque a Tam vai soltar a campanha aos poucos...
Tomara que vocês gostem.
Autógrafos, façam uma fila a esquerda, por favor.
Sem mais, Grata.
Rá putada!!! Meu nome não é bagunça não, apesar de ser palhaça.
Bom, depois chegou o incrível final de semana e rumei para o meu amado salve salve Rio de Janeiro.
O vôo atrasou saindo de SP e eu cheguei ao Rio, levando calor e alegria para aquela terra por volta das 23 hs.
Fui encontrar "meus minino tudo" , vulgo Ale, o vizinho e Tata malandro no Ferreira, um boteco sórdido no Leblon.
Nem eu acreditei que eu não ia para o Jobi.
A propósito, o Tata malandro não quer mais ser chamado de Tata malandro. Nem de Tata bocó, como sugeriram.
Tata malandro quer outro codinome.
Mas enquanto eu não acho, fica Tata malandro mesmo porque o blog é meu e eu acho super simpático ele ser o Tata malandro, e além do mais, eu argumentei que vocês, minhas leitoras queridas já garraram amor nele com esse codinome, não posso, no meio do curso mudar o nome de um personagem...
Isso é tipo uma novela.
É minha vida sim, mas vocês acompanham como se fosse novela, não é?
Imaginem se o Manoel Carlos resolve no meio da novela mudar o nome da Helena?
Tipo: ---- Agora vc não é mais Helena, agora você é Rita, Vera Fisher.
Pensem numa confusão na cabeça dos telespectadores...
Pois é a mesma coisa, e o Tata malandro não entende.
Mas enfim...
Ficamos no Ferreira tomando nossa cervejinha e falando bem e mal do mundo.
Depois Tata malandro resolveu ir embora, porque estava muito cansado e eu e Ale fomos pro meu hotel.
Tomamos cervejinha, rimos, falamos bem e mal do mundo e gente, foi muito bom ta?
Eu sei que a curiosidade, essa coisa que não é de Deus fala mais alto e tal, mas apesar disso aqui ser a minha vida, né? Meu pai lê né?
E  nós não queremos que meu pai saiba detalhes da minha vida sexual né?
Ele sabe que eu tenho uma vida sexual, e sinceramente isso já é informação suficiente para um pai, embora ele não se meta.
Então sejam legais comigo e contentem-se com o " foi ótimo". E acreditem em mim. Não diria que " foi ótimo" se não tivesse sido de fato " ótimo".
Porque eu não minto essas coisas.
Se tivesse sido ruim eu daria um jeito de vocês ficarem sabendo e também não repetiria a dose.
Porque eu sou assim.
Foi ruim?
Não quero mais.
Mas não vamos voltar ao assunto, vamos nos contentar com o foi ótimo, sem mais grata.
Dormimos juntos, e de manhã Alezito foi pro futebol dele e eu fui correr na orla, meus 5 Km conforme missão que eu mesma me dei.
Tava um dia bem lindo, e eu tinha dormido bem, e a noite tinha sido "hare baba muito auspiciosa"  e eu estava de bom humor como é de costume quando temos uma noite bacana ao lado de pessoas com quem nos damos bem e temos química e afinidades.
Corri, tomei um banho delícia e fui pra praia pegar um solzinho.
E tava um solzinho muito astral (alias essa minha mania de falar "astral" o Tata malandro disse que lembra da Xuxa, que eu to muito esotérica!) , e depois começou a entrar um vento do mal e eu fui pro hotel tomar banho e dar uma caminhada pelo comércio do Lebronx, enquanto o Tata vinha me pegar para almoçarmos em Santa Teresa.
Adquiri no meu passeio uma espadrilhe muitooooo linda de elfantinhos, espadrillhe esta que saiu na Vogue dia desses e eu morry de paixão na hora.
Porque eu sou assim.
Eu morro de paixão por elefantes e bichinhos em geral.
Agora pensem numa espadrilhe preta com elefantinhos nude, alta, maravilhosa....
Minha cara.
Muito estilo.
Depois fomos almoçar em Santa Teresa, com mais um casal de amigos, e Alezito.
A Pri e o Chico que vão se casar este sábado agora, e são uns fofos queridos!!!
Almoçamos no Sobrenatural, demos risadas, almoçamos enquanto assistíamos Bayern e Chelsea  ( ou de acordo com o Tata malandro: o azul e o vermelho, porque ele realmente sabe tudooo de futebol)  e tomamos cerveja.
Fora que muito engraçado, no restaurante tinham umas fotos gigantes, uns posters meio nada  a ver decorando o resto né? Tipo uma foto gigante da Monalisa ( sim a Monalisa, a fofa do da Vinci) , um pôster da iemanjá e um pôster de uma mulçher tipo nada  a ver, uma mulher comum assim...
Daí, começamos a rir loucamente nos perguntando quem seria aquela.
Chegamos a conclusão, após muito discutirmos, que Ale deveria chamar a garçonete e perguntar da seguinte forma:
---- Viu, aquela ali eu to reconhecendo, Monalisa, Iemanjá e ? Quem é essa outra?
Era o combinado né?
Daí a garçonete veio , ele fez a pergunta ( e gente vcs não calculam o que Alezito é figura) e a garçonete afirma categórica e cheia de orgulho:
---- É nossa patroa gente boa, a Sérvula.
Rimos da barriga doer.
A dona do restaurante mandou colocar uma foto dela gigante na parede do restaurante.
O que leva né? Como vivem, o que comem, onde moram e o que pensam pessoas egocêntricas a esse ponto??
Sem mais comentários a tecer.
Grata.
Comemos moqueca de camarão que tava dos deuses e depois decidimos que íamos esticar num outro boteco lá mesmo, porque bem ia rolar um sambinha e nós queríamos muito sambar.
Além do mais, já passavam das 17 hs e não adianta parar de beber porque uma vez que começou, vai até o fim da noite, do contrário será uma noite perdida.
E eu não tenho tempo a perder no Rio.
Tava pensando agora que entendo o tata malandro não querer que eu chame ele de tata malandro, porque ele não é mais o tata malandro sabe?
Aliás, nem malandro ele é.
Acho que vocês terão que se acostumar, porque passei agora a dar razão pro tata.
O nome dele é Rafa.
Acostumem-se.
Rafa.
Pronto, ele tem razão.
Pronto, mudei. Afinal se ele é meu amigo, e se eu amo meus amigos, não custa nada eu mudar o nome dele no blog.
Continuemos.
Ficamos no boteco, depois fomos pro sambinha, mais algumas cervejinhas e resolvemos rumar para o BG.
BG é amor verdadeiro e amor eterno.
Chegamos no BG e estamos lá, tomando chopp na calçada, rindo, falando bem e mal do mundo e vendo o povo e seus costumes quando de repente Bangu surge do chão.
Eu não tinha avisado Bangu que eu ia, por algumas razões bem simples e de fácil entendimento:
A primeira é que Bangu não se dignou a me ligar após o ocorrido e acha em sua mente muito loca que sms e e-mails mesmo que dia sim e dia não subsituem uma conversa pelo telefone.
Ai que burro, dá zero pra ele.
Segundo que após a nossa "conversa" eu decidi que acabou-se a era Bangu, que ele teve a chance dele e que não, não tenho interesse em continuar saindo com Bangu nas condições estabelecidas por ele.
E terceiro lugar, que eu sou assim. Não me quer? Eu sofro um pouco e depois passa cara.
Eu me permito ser feliz, me permito virar a página e não seria diferente dessa vez.
Eu não fui lá para ficar com Bangu.
Eu fui lá para me divertir com meus amigos e ficar com o Ale.
Pronto.
Bom, voltando, Bangu surgiu do chão e eu o vi quando ele estava ao meu lado já cumprimentando uma amiga do Ale e do Rafa, inclusive.
Nos cumprimentamos normal, ele ficou mto surpreso de ter me visto lá, tipo que eu sempre avisava pra ele quando ia pro Rio, e me perguntou: Por que não avisou que tava aqui Bruninha?
E eu: Ah, porque não, porque eu to aqui com meus amigos  e enfim, não tinha mto o que falar.
Foi estranho.
Daí, o Bangu atravessou a rua foi pro bar em frente e eu fiquei no mesmo lugar com o Ale e meus amigos.
Pronto, foi isso.
Acho que peguei bode de Bangu, porque não senti nada sabe?
A decepção pela maneira como ele lidou com a situação embora ele tenha sido honesto me deu bode.
E uma vez com bode, eu sou assim...
Enfim, continuamos lá no BG, e depois eu e Ale fomos embora pro hotel.
Mais do mesmo e no meio da madrugada, já dormindo, porque a cama do hotel é gigante, gigante do verbo: eu tinha que dar dois saltos mortais e um duplo twiste carpado pra encontrar o Ale na cama,  ele levantou pra ir ao banheiro.
Eu olhei aquilo na penumbra daquele quarto e me deu um branco por um momento porque eu tava dormindo e tava b~ebada e não to mais acostumada a dormir com ngm sabe, e de repente eu vi o Ale levantando e pensei:
--- Meu Deus!!! Tem um homem no meu quarto.
E eu fiquei bem encolhidinha enquanto esse homem fechava a porta do banheiro.Mas durou só alguns segundo saca?
Logo lembrei, tipo Ufa, é o Ale.
Pra vocês verem como eu sou sabe?
Eu sou essa pessoa maluca que se assusta com o cara que eu conheço há pelo menos 22 anos e que tava dormindo comigo.
Vejam vocês.
E daí de manhã eu e Ale já acordamos rindo, porque Ale tbm é pateta bem humorado que nem eu.
E nós rimos muito juntos.
Acho até que Alezito é bem mais engraçado que eu.
Enfim, tomamos café da manhã, banho delícia fazendo fofoca e depois fomos caminhar na praia.
E fomos falando sobre todos os assuntos que nossas mentes muito doidas conseguem pensar. Porque eu sou uma mente maluca, mas Alezito não faz feio.
Tão maluco quanto eu.
Depois Ale foi pra casa e eu fui pra praia.
Tomei sol, fiquei batendo papo com os amigos de Ferraz no futevôlei, e saí para almoçar sozinha na Bruscheteria que eu amo.
Tomei bellinis, comi brichettas e risoto e depois rumei para o BG para tomar chopp e me despedir de Rafa e Ale.
Tomamos chopp, batemos papo e acabou-se o que era doce.
Fui embora de vestido e cheguei em São Paulo com uma garoa fina do capeta.
Por isso que eu digo, não mereço morar aqui.
Não pertenço a este lugar.
Quero ir embora pro Rio!
Estou feliz, com o coração leve e não perco essa mania de ter fé na vida.
Uma ótima semana para todos nós!!!
Comentem horrores.
Quero muitos comentários auspiciosos!!!
Beijos putada!





7 comentários:

Terapia Coletiva disse...

Cara, vc é doida mesmo! hahaha. Fazendo analogia com a Helena do Maneco, vc já tinha me super convencido que o nome do Tata malandro não poderia mudar. Daí, no meio do texto, vc percebe que de malandro o tata não tem nada e muda o nome dele pra Rafa. Agora na minha cabeça ele é o Rafa-ex-tata-malandro. Morri de rir! Adorei que vc tenha encontrado Bangu e desfeito logo o encanto. E a partir de agora, na minha cabeça, ele será BB (Bangu Burro). Ótimo desenrolar com o vizinho. Só faltou a legenda na foto pra gente saber quem é quem na night. Beijos! Renata.

Monica Louize disse...

hahahahahhahah!!!
PANDEGA!!!
Imaginei o Bangu como o Mr. M, surgindo do chão numa cortina de fumaça!!! hahahahahahhaha
Bru, ainda bem que vc pensou antes de jogar um abajur no Alê... Grata!
E o melhor de tudo, dia de nos vermos tá chegando! Roteiro pronto... todos a postos de esperando! Isso vai ser demais!
Viu... e Floresta Negra?!
hahahahahhahahahha
Aqui é Monikin!
Sem mais, grata.

closet da fla disse...

Ah Bruna morri de rir com a historia do ex tata malandro, que virou ex já quase no final do post,kkk Vc é muito engraçada mesmo!!! Bom saber que vc tá superada de Bangu. Isso aí bola prá frente, gostei de ver
Bjssss

Núbia disse...

Putz..tu sai com cada tirada....ui dá zero pra ele...kkk.. Maneco...surgiu do chão..kkkk Morro de rir.
Mas ai seu amigo tata malandro, Rafa que seja..é um gaaaaaaaaaaaaato. Pego ele pro papel principal fácil..kkkkk
Isso ai gata eu tb sou assim..qdo começo beber fudeu...kkkk
Bjks
Núbia RJ

Reba disse...

haahhaahahaahahha tata malandro enfim muda de nome! adorei tudo, genial como sempre... ALIÁS O EPISÓDIO DO "TEM UM HOMEM NO MEU QUARTO" FOI DE MIJAR DE RIR HAHAAHAH.... por favor continua escrevendo nesse blog pra sempre! beijos

disse...

Bru, vc corre já faz tempo? E consegue correr direto sem caminhada? Comecei a correr a quase 2 meses e ainda fico morrendo. Me conta ai como foi o início, será que eu é que sou mole?

Sabrina disse...

Rafa ex-tatá-malandro! Morri de rir vc mudando o nome dele no final klkkkkk. Eis que Bangu surge das cinzas e ainda queria que vc avisasse que ia pro Rio, há tenha do. Fez muito bem Bruninha!!! Cara como vc aproveita a vida, esta de Parabéns!!!