Total de visualizações de página

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Copa

Dai que eu chego em casa e minha mae vem toda feliz mostrar as bandeirinhas que comprou pra colocar no carro. Ela ta toda envolvida na copa, a minha mae. Tipo envolvida a ponto de querer emprestada uma pulseirinha da copa que o joao me deu na sexta feira no mestre. Tipo isso. Enfim segue o dialogo:

---- bru você quer uma bandeirinha pra colocar no carro?

---- nao mae obrigada.


---- mas eh de malha, tecido bom. Eu perguntei antes de comprar, e o moco garantiu que eh malha, nao eh porcaria nao...

Gargalhei.

---- nao mae, mas mesmo que nao fosse um tecido bom ne? So tem que durar uma copa, eh um mes...

---- eu sei Bruna mas se eh pra comprar que seja de um tecido bom...

Enfim, o dialogo continuou porque vi no meio do meu quarto que esta um caos devido a reforma, dois pes de pato.

Questionei.

--- de quem sao mamy?

---- meus.

---- pra que? Pq?

---- pq eu mergulho em Ilha das cabras.

---- você mergulha?????

---- eh, com a cabeca pra fora e de colete, mas mergulho...

Gargalhei novamente. Ela mergulha de colete e pe de patos. Ah ta...

7 comentários:

Ah, lá em casa! disse...

Ah, minha mãe tem dessas também. Uma vez veio me contando que a espuma de banho dela era 'biodegradável' porque depois de um tempo de banho ela estava desmanchada ¬¬ Mas minha mãe não é velhinha, nada, tem 48 anos... Beijo, Marina.

Patrícia Magrinha (louca por uma boa forma) disse...

kk...boa essa do mergulho...adoreiii

Renata disse...

Sua mãe é ótima! rs!

disse...

Sua mãe definitivamente é o máximo!!!

Blog da Terry disse...

Sua mãe é ótima! rs! [2]

Blog da Terry disse...

Sua mãe é ótima! rs! [2]

Mônica disse...

Cara! Eu não te conheço, nem sei de onde você surgiu, mas leio seu blog sempre que possível (deve ter 1 ano e poucos). Uma coisa tenho que te falar, eu MORRO de rir com sua mãe, o episódio em que ela escrevia no Google como separar o cão da borboleta, eu quase tive uma síncope de gargalhada no trabalho e o povo bem que percebeu que eu não estava fazendo relatório algum! Dana-se! Valeu a pena e... [inevitável] Fiquei maior triste com a separação, tipo, não deu pra acreditar sabe? Mas beleza, a vida continua e eu torço para que a sua siga de uma forma maior legal.
Um abraço e até a próxima escapadinha no horário do expediente... Rsrsrs... Mônica Cardoso.