Total de visualizações de página

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

A volta dos mortos vivos...

E ai putada?
Vamos a mais um post sem pe nem cabeca?
Precisando escrever.
E por mais que voces nao entendam, eu preciso escrever.
Preciso escrever pra desopilar.
Preciso escrever que os sentimentos sao mais complicados do que supunhamos.
A gente acha que morreu, que os sentimentos morreram, mas eles nao morreram.
Basta um olhar, uma ligacao, um encontro, um " ai " que eles, os sentimentos, esses viloes, nos acordam.
Nos mostram que a gente bem que tenta ser forte, bem que tenta " quem manda nessa porra sou eu", que a gente diz pra si mesma " olha so, ta de sacanagem??", mas volta.
Os sentimentos, os mortos voltam.
E de repente você se pega atordoada, porque nao era o combinado.
Cupido, me da a flecha aqui, que da ultima vez você fez merda. Questa volta, faccio io!
E eh foda!
Eh foda pq volta, e parece gente que recai nas drogas.
Volta, basta um trago pra você voltar a fumar.
Basta um encontro, um beijo, aquele beijo do " agora to forte, fodona" pra gente perceber que a gente ta firme sim. Firme igual prego na areia.
Firme igual os musculos do Niemayer!
Pqp!
E dai que você se pega na encruzilhada da vida.
Assumo?
Digo tudo?
Nao?
O que ele vai fazer com essa informacao?
Ele se importa com essa informacao?
Ele sente o mesmo que você?
Ele ta esperando você falar, embora você ja tenha dito inumeras vezes?
Ele diz que sente. Sente mesmo?
Sente igual?
Sente, mas sente menos?
Ele quer ter certeza?
Ai ai ai.
A vida eh cheia de " ais".
E cade a fodona que tava aqui?
Uma pessoa especial eh so uma pessoa especial?
Nao da pra saber.
Nao da pra saber sem arriscar.
Eu quero arriscar?
Eu quero?
Enfim... Muitos ais!
Muitas duvidas.
Muito sentimento represado.
Vamos mudar de assunto neam?
O Wando, fogo e paixao morreu!
E isso me fez lembrar da Lucia, a moca que trabalhava em casa quando eu era just a child e ajudou a me criar!
Sim, pq Amanda, mulher ativa que eh, sempre trabalhou.
E Lucia fazia bolo nega maluca.
Lucia, nao era afrodescedente! Lucia nao era desse tempo, dessa denominacao escrota.
Lucia era negra.
Assim como eu sou branca.
E o que muda isso?
Nada.
Absolutamente, nada!
Lucia fazia bolo nega maluca e nao bolo afrodescendente com necessidades especiais.
Lucia tinha um bebe, o Ewerton, e o bebe ia la pra casa, um boneco vivo!
Um fofo!
Super eu era mae do Ewerton na minha imaginacao.
Eu nao vejo cores.
Eu vejo pessoas.
Cor, eh detalhe!
Igual parede!
Olha uma parede.
Olha uma pessoa.
Uma parede azul.
Uma pessoa amarela.
Eh so adjetivo.
O substantivo eh pessoa!
E ao substantivo pessoa podemos dar inumeros adjetivos.
Chata, feia, gorda, magra, legal, linda, amorosa, fria, branca, negra...
Mas Lucia era amor!
Lucia fazia meu lanche da tarde e me lembro de falar: Lu, toddy e bolo!
E ela falava: Antes, pao!
Ta?
E eu falava: ta!
Pq Lucia nao impunha.
Lucia me convidava a comer pao!
Ou fruta!
Lembro de Lucia servindo meu prato e eu falando: Lu, tira as bolinhas verdes ( ervilhas). E Lucia tirava!
E pensei hoje na Lucia, porque a Lucia amava o Wando.
O Wando e " a carta" do Eli Correa.
E era sempre assim, ouviamos a musica do Wando e na sequencia comecava " a carta" do Eli Correa.
E a gente dancava na cozinha, eu la, miuda, magrela, e ela robusta, encorpada!
E a gente ria!
E ela apertava meu queixo e falava: Me pinta de carmim... Me poe na boca o mel...
E eu gargalhava, pq so entendia o que era mel!
Nao fazia a mais puta ideia do que era carmim!
E depois a gente ouvia a tal carta, que consistia basicamente numa carta triste, tipo o Gil Gomes do amor.
E eu achava triste pq a Lucia chorava. E se a Lucia chorava, eh pq era triste!
Lucia era uma fofa e so tenho boas memorias dela!
So boas lembrancas.
Doces como seu bolo de chocolate!
Doces como o toddy que ela fazia pra mim!
Ai Lucia, como eu queria te encontrar!
Como eu queria dancar o especial do Wando com voce!
Como eu queria poder ter dito que eu te amava.
Mas eu acho, Lucia, que voce sabia!
E eu quero dizer Lucia, que eu sou mto grata a voce, por ter me tratado com tanto carinho!
Obrigada Lucia!
Obrigada Wando, por ter feito parte da minha infancia.
entao eh isso putada!
To assim.
Sem saber o que fazer!
Mas vou tentar pensar que tudo vai dar certo, mesmo que nao de!
Porque por mais confusos que estejam os sentimentos, por mais vivos que eles estejam, se tudo der errado, bem, eu ainda tenho bolo de chocolate e toddy!
E Wando!
Pra ouvir no carro e chorar.
Chorar pelo Wando, chorar pelos sentimentos em vao, e chorar pela Lucia, que eu tanto amei e perdi o contato!
Fui putada!
Beijos
Enviado pelo meu aparelho BlackBerry da Claro

3 comentários:

***San*** disse...

Lindona,
complicado qdo um certo alguém nos tira o chão,nos faz esquecer quem é que manda na parada ali,rsrs....

Eu não quero promessas.
Promessas criam expectativas
e expectativas borram maquiagens
e comprimem estômagos...(to assim)

bjus*

***San***

Sabrina disse...

Se joga e diga tudo mesmo, tudo o que esta engasgado aí dentro. O nao vc já tem, corra atras do sim! Va fundo e aproveite.
Que benção vc ter tido uma Lucia na sua vida que te criou tão bem e agora tem essas lembranças boas. Bj!

Val disse...

Olly,
que tal se vc assumir o seu amor pela Lúcia e cantar convidar o "cara" pra assistir o especial do Wando e vê o que rola???
Bjos