Total de visualizações de página

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Feriadex!

 

E aíii putada!!!!

 

Tudo bom com vocês?

Então que o “amigo” voltou.

Mas só conseguimos nos ver na quarta.

Enfim, vamos recapitular...

Terça feira, dia de Mestre né?

Parei lá, tomei minha Stella, eu, Willy, Thot, Renato, Manopla e a Lari.

Demos risadas, falamos bem e mal do mundo e ainda “ se dei bem” pq o Renato tinha um encontro com uma nega X e a nega X deu o cano nele pela segunda vez.

Daí que o Renato, galanteador e fofo que é, tinha comprado um perfume e uma bolsa dessas, Abercrombie que eu amo, de lona, para ir a praia sabe? Para presentear a nega.

Estando ele com raiva, logrei êxito e ganhei os dois presentes!!! Rá!

Que astuta!

Amei!

Ficamos lá a té meia noite...

Bebi muita cervejinha da felicidade e fui pra casa. O amigo tava preso num happy para clientes e não nos vimos.

Combinamos de almoçar na quarta.

Quarta feira de feriado com solzinho mas frio sabe?

Acordei, tomei banho, fiquei de preguiça com a minha mãe e fui busca-lo.

Que saudades que eu tava. Só percebi quando o vi.

Fofooo!

Almoçamos, ficamos batendo papo, papo de maluco saca? Sabe quando vc começa um assunto, e de repente abre a janela para um outro assunto, e outro e nem sabemos mais porque estamos falando daquilo?

É porque não é só no blog que eu sou assim maluca, que fica divagando... E dessa vez eu arrumei alguém que não me olha com cara de “ nossa, vc não consegue manter um raciocínio coerente, vc é superativa”. Porque o amigo é qualquer coisa entre o delicioso e o surpreendente. E a gente se dá bem.

Então, vamos ver, a gente começa a falar sobre as atuais “celebridades” que me dão medo, por que afinal de contas, mulher maçã? E dai a gente acaba falando do corpo delas, se é gostosa ou se não é, e quando a gente v~e a gente tá falando sobre uma matéria que eu li sobre uma mulher que salvava as crianças judias durante o período terrível do nazismo, e que essa sim é uma celebridade. E daí ele pergunta como a mulher escondia as crianças e eu afirmei que era em sacos de estopa, e que essa mulher havia treinado o cachorro dela para latir quando avistasse os guardas, pois dessa forma, o latido do cachorro encobriria qualquer ruído que as crianças fizessm. E dai acabamos falando sobre picapes, porque a mulher tinha uma picape, e falamos também sobre a Alemanha, que é um país lindo. E serve mais cerveja. E de repente, a Alemanha por ser na Europa lembra que ele acabou de voltar de viagem de Portugal, e aí? Vc gostou de Portugal? Me conta tudo.

E ele vai contando. Vai contando tudo. E de repente a gente olha no relógio e o tempo voou.

E dai a gente resolve alugar filmes.

E a gente sai do restaurante a pé falando sobre um assunto nada a ver , porque já falamos sobre a mulher maça, sobre o nazismo, sobre celebridades, sobre picapes, sobre o Rio de Janeiro, sobre Portugal, sobre os nossos casamentos, sobre apresentar alguém legal para os pais. E a gente fala mesmo. Fala pelos cotovelos.

E a gente ri demais.

Porque eu sou abobada e ele é mais abobado do que eu. Se eu fosse homem eu seria ele acho. Assim, parecido pelo menos, porque eu sou bem abobada, dou risada, tenho mais prazer na vida do que o normal e apesar de ter minhas crises de mau humor, eu procuro rir mais. Ate reclamando. Ate minhas reclamações são bem humoradas, porque eu sou assim.

Mas acho que não. Acho que ele é melhor que eu. Ele é mais leve. Acho que ele reclama menos.

E a gente deita e assiste filmes, e a gente se abraça e a gente dorme.

E a gente ri. Porque a gente ri demais mesmo.

E eu me pego pensando que tá bom. Que eu não sei o que ele é meu, sinceramente, eu sei que ele é mais que um caso, porque eu não costumo ter casos e nem gosto porque “ caso” lembra algo sem importância, e ele é importante para mim.

E se ele é importante para mim ele não é um caso. Mas ele tbm não é namorado, porque sei lá, não sei, mas eu sei o seguinte, quando estamos juntos nós estamos felizes!

Enfim, eu não sei o que ele é meu, só sei que tá bom, só sei que aquece o coração de um jeito bom, só sei que o sorriso ta estampado no rosto. E eu tô feliz.

E a gente é tão legal.

Rá!

Enfim, cheguei em casa umas nove da noite pq passei na casa do Vic pra buscar a encomenda dos states.

E o perfume que eu encomendei é um sonho.

Há muitos anos uso apenas o Gucci Rush, mas comprei o Fan di Fendi e é uma maravilha.

Se a felicidade tivesse um perfume seria Fan di Fendi!

É chic, glamuroso, fresco, ryco!!!

Então eu cheguei em casa e tomei banho, leve, feliz, e dormi.

Estou muito de bem com a vida e isso é quase um milagre.

E dessa vez pessoal, dessa vez tudo dará certo porque já deu de sofrer e eu mereço pra caralho pq já passei mta pica nessa minha vida amorosa nos últimos tempos!

Chega!

E graças a mulher maçã, olha só, quem diria, eu percebi que tem sim luz no fim do túnel, e que tô com um pisca muito alerta no coração J

E sexta tem show do Pearl Jam poraaaa!!!

Comentem, vcs tão mto paradas e isso ta me irritando !!! Sejam legais!

Beijos, pessoas amadas!!!

 

4 comentários:

Terapia Coletiva disse...

Já que o amigo colorido é carioca, eu voto num próximo happy aqui no Rio!

***San*** disse...

E ai mulher poderosa!!!!
tá namorando,tá namorando(ou qse e ainda não assumiram então)....
mas isso não importa,o que vale mesmo é o coração,aiii,agora emocionei,rsrs.......
O importante é ser faceira,sempre.
Bjus*

Bibi disse...

Que post mais feliz! Que o retorno desse amigo lhe renda muito mais dias felizes como esse =) bj. Sabrina

Paula disse...

Que delícia de felicidade!!

Tenho o palpite que é ele...

Que é ele o homem da sua vida, e você a mulher da vida dele!

Porque... né... homem que faz a gente rir é bom demais!! E quando a gente ri um do outro é melhor ainda...

Seja feliz! Você merece!!