Total de visualizações de página

segunda-feira, 27 de julho de 2009

WTF

Na sexta feira passei, antes do jantar na casa da Renatinha pra tomar uma cerveja com o João.
E eu ri tanto. Tanto, sabe, até a barriga doer.
Fomos por jantar e tava uma delicia.
Acabei me sentindo meio mal porque eu tinha doado sangue e meio que não respeitei a orientação de não beber...
Peso pra doar sangue eu tenho né? Mas mesmo assim me senti mal depois...
Não na hora, mas à noite.
Fomos pra casa, o Victor jogou muitos cobertores em mim e enfim eu consegui dormir.
No sábado eu acordei, e antes de irmos pra Santos almoçar com o avô do Vic que estava de aniversário nós íamos ver uma casa.
Enquanto ele tomava banho para sairmos eu resolvi ligar pra minha mãe.
E ela perguntou se eu já estava em Santos.
Com a minha negativa, ela começou a falar que o tio Nildo ( meu tio preferido ever, o melhor tio do mundo at all) tinha passado mal...
E eu já mega assustada, meio que tentando entender o que estava acontecendo....
Nisso toca minha outra linha e era a minha irmã.
E daí ela deu a notícia de que meu tio tinha falecido.
Pois é.
O pai do Marcelo, que ficou viúvo faz exatos 52 dias, teve, na cozinha da casa do Celo, igual a Teresa, um enfarte.
E daí que ele morreu né?
E gente, sinceramente, não tenho condições mais...
O amor da minha tia e do meu tio era uma coisa a se pensar...
Sabe aquele amor de começo de namoro?
Aquele pega na mão, dança no meio da sala e mesmo vendo a pessoa sente saudades?
Pois é.
Mas isso com 47 anos de casados...
E então eu meio desnorteada, pedi pro Victor ir sim a Santos, porque as pessoas morrem.
E eu fui ao hospital com a minha mãe e a minha irmã.
E meu tio tava lá... Como a gente dedica tanto amor a alguém, e esse alguém termina numa mesa fria de hospital?????
Acho que não preciso nem dizer o quanto está doendo, o quanto eu estou dilacerada, o quanto eu queria que isso fosse mentira.
Porque tem sido uma porrada atrás da outra e eu não agüento mais.
E o corpo foi pro IML, porque seria muito estranho não ir, afinal com a Tetê a gente já tinha conseguido um médico pra agilizar o processo, mas como foi da mesma forma, e na mesma casa, apenas 52 dias depois achamos por bem ele ir ao IML.
E foi isso mesmo, enfarte do miocárido e mais sofrimento.
E meu primo que perdera a esposa há pouco, perdeu o pai.
E eu passei meu final de semana assim, entre lágrimas, ausência de fome, presença da dor mais uma vez, enterro, velório e muita, muita tristeza, uma tristeza assim sem fim, porque eu tive o melhor tio do mundo.
Mas eu perdi o melhor tio do mundo.
E não consigo acreditar que eu não vou mais falar: Nildão!!!!!
E nem a vitória do palestra em cima dos gambás me animou, porque meu tio era timão e teria ficado triste.
E minha tia ta arrasada e nem faz idéia de como vai viver sem o maridinho dela, a praga dela, como ela costumava dizer.
E pra mim foi isso.
Num dia a gente ri muito e no outro, bem no outro é dor....

11 comentários:

Noivinha Gabi disse...

Sinto muito.

Mari disse...

Nessas horas não tem muito o que dizer...

Muita força pra família.

Freda disse...

Infelizmente a morte é assim, sempre sempre pega a gente de surpresa, até quando é esperada pega a gente de surpresa, imagina quando não é esperada. E é isso, de um jeito ou de outro, só nos resta aceitar! Tive 2 anos da minha vida de muitos velórios, parecia até algum tipo de conspiração do destino, logo eu que me gabava de nunca ter perdido ng, e foi assim, começou com a morte mais destruidora de todas, a do meu irmão, 1 ano depois foi a minha avó e 2 meses depois minha outra avó e alguns meses depois uma tia muito querida, isso sem contar os 3 velórios de queridos da família do meu namorado da época. Enfim, é aceitar e seguir em frente. Ainda bem que apesar da dor tbem ficam muitos ensinamentos, aprendizados e crescimento, por incrível que pareça a morte nos faz dar muito valor na vida, na nossa e nas de nosso queridos. Tenho ctz que Deus terá uma explicação mto boa para nós.
beijinhos querida e muita força por aí.
Fre
www.vidapassadaalimpo.blogger.com.br

Val disse...

Meus sentimentos! Nenhuma palavra dita nesses momentos, serve para nada!

Milena disse...

Tô aqui viu amiga? agora fisicamente!

beijo e fica bem

Pati disse...

orações de todo o meu coração para vcs
bjs

Renata disse...

Poxa, querida...nem sei o que dizer a não ser sinto muito. É muito triste passar por isso e perder pessoas queridas...devia ser proibido.
E não consigo deixar de pensar no seu primo...que dor! Ai meu Deus! Força pra vcs todos e muita força pra ele!
beijo carinhoso

Daniely Novo Kamaroff disse...

Sinto muito...de coração...fica com Deus!

Anônimo disse...

Olly,
sei que é dificil, já passei por isto também...e acho que a única coisa que tu mais precisa nesse momento é de um ombro amigo pra que tu possas desabafar toda a dor e depois sentir que mesmo diante de tudo isto,ainda existe caminho pela frente.
Um beijo no teu coração e força pra ti e tua familia!
NAMASTÊ!!
Cristiane

Dione disse...

Oi, lindona... Meus sinceros sentimentos... Nesse momento, só mesmo o amor, carinho e atenção daqueles que amamos...

Um beijo.

Patrícia Boudakian disse...

Força na peruca, gata.
beijo!