Total de visualizações de página

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Como eu me sinto aos 28...

Engracado isso de idade, projecoes que fazemos, sonhos... Quando eu tinha 18 anos eu imaginava que me casaria aos 30 anos.
Hoje sou mais feliz que aos 18, embora certas ilusoes tenham sido desfeitas.
Sou mais feliz porque tenho carro, um carro que eu mesma comprei, com o meu dinheiro. Aos 18 eu também tinha carro, mas havia ganhado do meu pai, que foi bacanao e me presenteou com um carro zero depois que eu passei na quarta prova da autoescola.
Sim, eu reprovava demais na baliza!!! E espiem so, hj eu sou uma expert em baliza! O carro na verdade e simbolico, pq o fato de ter sido comprado com os meus recursos indica que eu trabalho, me banco, e nao devo nada a ninguem.
Com excecao da Zara, porque eu ainda devo 2 parcelas la!!!
Na verdade pra Zara nao, pro Amex pq eu acredito que a Zara mesmo receba a vista, e minha divida seja transferida pra operadora de cartao de credito, no caso a Amex, enfim, divago.
O fato eh que eu sou mais feliz agora embora, como disse, tenha perdido longos anos acreditando em muitas coisas que hj nao fazem o menor sentido.
Eu casei aos 24 e veja so você, aos 28 estou separada e sem filhos.
O que faz de mim um ativo mais valorizado no mercado, uma vez que nao tenho pressa e nem aquela euforia peculiar as mulheres que nao podem ver um vestido branco.
Eu ja casei. Eu ja tive vestido branco, veu, grinaldas, pai acompanhando, buque e bla bla bla wiskas sache.
Agora eu tenho um ex marido, a minha casa, um carro vermelho, um bom salario amem, uma pele botocada, amigos bacanas e amados, um lindo que me ama, um cao idoso, um pai fogueteiro, uma mae que mudou de nome
E mais mil coisas que me fazem feliz e aquecem meu coracao!
Sou mais feliz porque sou independente, livre, e sou mais madura.
Um pouco mais pelo menos.
Percebi também que de nada estava adiantando a terapia e que sou mais feliz tomando cerveja.
Percebi também que nao importa fazer planos. O importante e ficar feliz com o que a vida te oferece e eu nao posso reclamar. A vida tem sido generosa comigo.
Entao eu posso afirmar com toda a categoria que me eh peculiar que estou um azougue.
E com certeza serei feliz, mesmo sem marido, mesmo sem bebes, mesmo sem casa no campo, mesmo sem milhoes na conta.
Porque a felicidade esta em mim.
Ela me pertence.
Mas eu te empresto se você quiser...

9 comentários:

Uma Sonhadora disse...

É vc que é feliz. Aproveite.
Sonhadora

Uma Sonhadora disse...

Viva a indenpendência.
Sonhadora
http://2010palavrasaovento.blogspot.com/

Lady disse...

Parece que vc ta relatando a minha vida! Espero ter todo esse sucesso que vc tem.... grandes beijinhus

Renata disse...

ADOREI!!!

Regiane disse...

nossaaa!! Quer ser minha amiga?!?...rsrs.Essa é a segunda vez que passo aki pelo seu blog e adorei vc sabia?Gosto de pessoas q tem personalidade. Continue assim e com cerveja vc vai ser muito mais feliz...rs.

Aline Kamaroff. disse...

Também tenho 28... e um carro vermelho..
Acho que tambem vou fazer um post sobre isso.

Todos os seus caminhos te trouxeram até aqui... "se chorei ou se sorri o importante é que emoções eu vivi "

Espero que seja ainda mais feliz nos próximos 283546... anos.

inté.

Ana Helena disse...

Achei uma coisa interessante.... tambem casei aos 24, tambem separei aos 28 e tambem tenho um carro vermelho.... mas hoje tenho 32 anos... e cheguei a conclusões identicas às suas, ser feliz é o que importa, que interessante ne?! Um abraço Ana.

Núbia disse...

Ahhhhhh eu tb queria ter 28 anos....poxa era tão bom....e olha que agora entrei nos trinta..que raiva. mas confesso que ansiedade diminuiiiiiiiiii que é uma blz.
Bjs
Núbia RJ

Tatiana disse...

Adorei seu blog! Pricipalmete o nome. Eu queria ser Amália também, mas não sou. Sobre o post, acho que todo mundo é um poco assim...Eu me casei com 28, não me separei e tenho dois filhotes. Tudo diferente, mas tudo igual. Bjo!