Total de visualizações de página

sábado, 6 de agosto de 2011

Carta a Gabriella

Gabriella, na falta de como entregar essa carta a voce, e me perdoe pela falta de acentos, ja que meu computador surtou, resolvi escrever no meu blog.
Eu li milhares de noticias sobre o acidente em que voce se envolveu e estou acompanhando de perto, pela midia, o caso.
Eu acho que nem importa minha opiniao, mas dentre os muitos julgamentos inflamados a que você tem sido exposta, resolvi dar minha opiniao tambem.
Voce saiu de casa, num sabado comum, para fazer um programinha inocente e agradavel, destes que fazemos todos os finais de semana.
Saiu com o seu namorado, seu pai e talvez alguns amigos.
Foi sei la, no Piove, ouvir musica boa, ver gente bonita, tomar uns "bons drink" como brinco com as minhas amigas.
Assim, uma noite prosaica, como você, eu, e a maioria das pessoas fazemos sempre.
E tomou sua marguerita, deu risada, aposto, beijou na boca e devia estar feliz.
E seu namorado tambem bebeu. Nao so ele. Todos nos. Os que bebemos, logico.
Naquele mesmo sabado, Gabi, eu tambem estava num barzinho. De carona, o que eh raro. Mas tambem bebi. Nao a ponto de me embriagar, mas bebi, sei la, umas 3 long necks. O meu primo, que estava dirigindo, eu bem vi, tambem bebeu suas cervejinhas.
Nada que o deixasse bebado, ate porque Gabi, convenhamos, a gente cria uma certa resistencia. A vida eh assim. E nao so ao alcool! Criamos resistencia a tudo nao eh?
Mas enfim...
E dai, que nesse final de semana, naquele mesmo sabado Gabi, em que eu, voce, seu namorado, meu primo, amigos, desconhecidos e outros milhares de jovens saimos para fazer exatamente a mesma coisa que voce Gabi! Beber um pco, rir, distrair, desopilar da semana atribulada.
E nesse mesmo dia Gabi, o Vitor tambem saiu ne?
Para jantar.
E nao sei se ele bebia, mas voltou a pe para casa.
Se bebia, mesmo que nao ficasse bebado, optou, por civilidade acima da media ou nao, a voltar a pe pra casa.
E tudo bem.
Tava tudo bem ne Gabi?
Mas dai, seu namorado, Roberto, resolveu beber alem da conta, e nos sabemos que isso acontece ne?b
O correto a se fazer era voce mesma dirigir.
Eh a lei da selva, e eu nao estou, em absoluto concordando com o fato das pessoas beberem e dirigirem, mas Gabi, eu nao sou hipocrita e tampouco faco parte desta corja que julga , sendo que agem da mesma maneira.
Gabi, o fato eh que voce perdeu o controle do carro.
Estava correndo?
Nao sei.
Mas nao acho que estava a 30 por hora.
E tambem Gabi, se estivesse a 60 ja estaria em alta velocidade, para os parametros da localidade, perfeito?
Enfim, Gabi, que nessa roleta russa do azar, voce teve a infelicidade de atropelar esse rapaz.
E pelo que li, era um rapaz de uma familia tao boa quanto a sua Gabi.
Era um rapaz tao bonito quanto voce.
Saudavel, jovem, estudioso, atleta, responsavel, irmao, filho, namorado e amigo de muitas pessoas.
Exatamente como voce, eu, e todas as pessoas que sao bem quistas pelos seus.
Mas dai Gabi, que o rapaz, depois desse acidente, e dado o prognostico dos medicos, teve a felicidade de morrer.
Porque viraria um vegetal, e eu nao conheci o Vitor, mas acho que ele nao ia querer essa vida pra ele.
Eu sei Gabi, que poderia ter morrido voce. Poderia ter morrido o Roberto. Poderia nao ter morrido ngm.
Mas morreu Gabi.
Outro dia, eu vi o pai dele, um senhor muito distinto e eu chorei.
Porque ele disse que esta com 53 anos e que acha que a vida dele foi encurtada.
Eu também acho Gabi.
Enterrar um filho, Deus me livre!
E garanto Gabi, que seus pais sentiram a dor desse pai.
A dor dele eh legitima.
A dor dele eh imensuravel.
E a revolta tambem.
Todo mundo ia querer justica, nao eh?
Aposto que sim.
O que eu nao concordo Gabi, eh com a comocao popular que isso tomou, porque agora, em cada esquina tem um juiz hipocrita, um fariseu, apontando o dedo pra voce.
Quando na verdade Gabi, todo mundo faz igual.
Eh errado, arriscado, inconsequente, leviano, mas todo mundo faz exatamente igual Gabi!
Todo mundo bebe um pco e dirige.
Eu nao estou entrando no merito do certo e errado.
Estou falando so o que acontece.
Gabi, eu nao sei se voce vai ser presa, porque esse pai perdeu um filho e embora isso nao o traga de volta, esse pai, o senhor Jairo, ele precisa de justica.
Eu nunca passei por isso, gracas a Deus, mas eu nao sei de que maneira exatamente vai aliviar o coracao dessa familia o fato de voce ser presa.
Voce deu azar Gabi.
Voce saiu viva.
Pronto.
Foi isso.
E eu acho sim, que leis menos brandas fariam com que as pessoas refletissem mais.
Ate eu, viu Gabi.
Porque o seu acidente foi na Vila Madalena, mas devem acontecer aos montes nas periferias e a gente nem fica sabendo.
E eh isso que tem que mudar.
A lei, eh para todos.
So escrevi Gabi, para mostrar que eu entendo os dois lados.
Escrevo porque as pessoas se esquecem que tem teto de vidro.
Ou cerveja na cabeca.
E a mao no volante.
Porque as pessoas se esquecem que fazem exatamente igual.
Porque as pessoas sao crueis.
Escrevo porque nao consigo ver um final feliz para essa historia, porque ha duas familias destrocadas. E nao so a do Vitor.
Escrevo porque mesmo que você escape da setenca, voce, infelizmente tirou a vida de alguem, e meu Deus, isso deve ser duro demais.
Mas nesse grande forum romano, todos julgam e se esquecem de que um dia poderao ser julgados.
Escrevo Gabi, porque gostaria que Deus abrandasse o coracao dessa familia, para o proprio Vitor, ter paz.
Escrevo porque eu agradeco todos os dias por nao ter sido eu a atropeladora, nesse mundo hipocrita, porque veja bem, Deus me livre, eu ainda posso tirar a vida de alguem!
Eu ja perdi o controle do carro Gabi e nem bebido eu tinha.
Foi susto, falta de atencao, sei la.
Mas poderia ser eu.
O Vitor, que esteja em paz.
Os pais, familiares, amigos do Vitor, eu tambem desejo paz, mesmo que queiram justica.
A voce Gabi, eu desejo paz tambem. Que voce consiga ser feliz depois disso tudo.
E aos hipocritas, eu desejo que reflitam e se coloquem no seu lugar.
Porque eh facil ser pedra.
Quero ver ser vidraca.
E Gabi, eu nao estou defendendo voce. Eu nao estou minimizando a dor dessa familia.
Nem a da familia do Vitor, e nem a da sua.
Mas eu, no meio dessa multidao escrota, eu, nao estou te julgando.
Nem se foi doloso, nem se foi culposo.
Sabe por que?
Porque nessa historia, independente do rotulo a ela dada, nao ha final feliz.
Nem pra você. Nem pro Vitor. Nem pra ninguem.
Mas ngm pode te pegar para Cristo, porque isso ja fizeram e olha a cagada que foi.
Baita erro.
E ele, ele sabe das coisas.
E quer saber? So o perdao dele importa.
Que isso sirva para o juiz, que ele julgue, e que você pague se tiver que pagar.
Mas que de agora em diante, as leis sofram alteracoes.
Serias.
E que sejamos, no final das contas, felizes de alguma maneira!

Enviado pelo meu aparelho BlackBerry da Claro

10 comentários:

Isadhora disse...

Não vou nem comentar...
Nem tenho palavras!

De tudo um pouco disse...

Gostei mto da sua mensagem p/ a Gabriela, eu nao dirijo, mas meu filho sim, e sempre peço a ele, e rezo à Deus que nao permtia que meu filho atropele ou seja atropelado, pois a dor sera intensa para ambas as partes,
seja feliz..

Elaine disse...

Falou TUDO Bruna! Os dois lados sao muito triste, o menino q morreu na melhor fase da vida, a familia q perdeu um pedaço! E a menina q atropelou! ninguem imagina o q ela ta sentindo... Com certeza esta pessima! As pessoas sao muito hipócritas de ficar julgando os outros, sendo q ninguem esta livre disso, alcolizado ou nao! Beijo

Elaine disse...

Falou TUDO Bruna! Os dois lados sao muito triste, o menino q morreu na melhor fase da vida, a familia q perdeu um pedaço! E a menina q atropelou! ninguem imagina o q ela ta sentindo... Com certeza esta pessima! As pessoas sao muito hipócritas de ficar julgando os outros, sendo q ninguem esta livre disso, alcolizado ou nao! Beijo

Daniely Novo Kamaroff disse...

Eu nem sabia do caso Bruna...(ALIENADA MODE:ON) e fui procurar no google a história...triste.
Eu sei o que é isso. Sou advogada e já defendi alguém num caso parecido, não foi atropelamento, mas um acidente de carro. Onde de um lado uma família maravilhosa com o causador do acidente, uma pessoa maravilhosa também. De outro a família, que não conheço, mas creio que seja tão boa quanto a família que defendi, e que perdeu a filha de apenas 18 anos....um sofrimento sem fim.
Não havia bebida na jogada. Ainda bem.
Mas houve morte, e isso minha amiga tira a razão de qualquer um e as pessoas agem no impulso da dor, que nunca é uma boa conselheira...
Eu tenho muita pena da família do rapaz e muita pena da família da moça. Do rapaz, esse já foi embora, e creio que ficará bem.
Mas quem ficou aqui...o bicho pega.
Detesto manifestações exigindo JUSTIÇA. DETESTO. É CAFONA, BREGA E PIOR, NÃO TRAZ JUSTIÇA.
Mas não concordo com o indiciamento de HOMICIDIO DOLOSO (COM DOLO EVENTUAL). Esse povo distorce tudo!!! JAMAIS HOUVE INTENÇÃO DESSA MENINA EM MATAR ESSE RAPAZ. Houve, SIM, imprudência. Mas intenção, NÃO.
E acredite, ela vai pagar essa pena pelo resto da vida...
Muito triste né.
Bjks querida, como sempre você escreve bem PARA CARÁCOLES!!!!

maine coon gato gigante disse...

ôpa...eu não dirijo nem se tiver tomado um unico gole de cerveja...maioria é maioria, generalização é burra.
E acrdito sinceramente que lei é para ser cumprida.
Ultrapssou o limite de velocidade vigente e causou um grave acidente, que tirou uma vida,por conta de ter bebido e estar sem noção, tem sim, que ser punido na forma da Lei.
A moça é linda, jovem, saiu pra se divertir, igualzinho a vitima.
Só que ela ainda vai viver muito...e a vitima, já foi.

Piedade e justiça a todos que estão sofrendo com (mais) esse caso. Pq, sinceramente, o tempo apaga muita coisa, e abranda outras. E quem estiver vivo depois da tragédia, logo volta pro trabalho, pro estudo, pors amores, pra tocar a vida...e quem morreu, morreu, né?
Igual ao caso do rapaz que voou com o carro e pegou em cheio o carro da moça, advogada recem formada e cheia de vida pela frente(ele tbm estava embriagado); igual ao deputado que voou por cima do carro dos 2 rapazes e matou os dois(ele tbm estava embriagado). Igual a tantas tragédias nas madrugadas, onde a intenção foi só sair para se divertir...mas assumiu o risco, bebendo e pegando na direção. Não foi somente uma fatalidade. Fatalidade é o chão abrir, e a gnt cair no buraco fundo.

Revista disse...

Que legal...
Parabéns muito bom o blog.
Estou esperando uma visitinha sua lá no blog tem um post novo super incrivél.
www.meuestilogugafernandes.com.br

Keu Dias disse...

Gostei de ler isso, é muito bom saber que tem alguém que pensa no outro lado enquanto a maioria(as unanimidades são burras!)"mete o pau" sem ponderar nada. A sua discussão não gira em torno de certo ou errado, porque isso está muito claro, mas analisa o sentimento das famílias, a hipocrisia da sociedade e, principalmente, nos coloca para refletir nossos hábitos. Amei o texto! Aparece lá tb!

L@N disse...

Uma semana maravilhosa e exageradamente feliz pra ti amiga...

Que Deus te abençoe...

Beijos no coração

Mamãe Flá disse...

Só vim pra dizer que saudades!